FOTOGRAFIAS

OS DESTROÇOS DO TITAN

Na sequência de um desastre seguido de explosão, em 12 de abril de 2012, o titan do molhe sul do Porto de Leixões colapsou. Os destroços daquele histórico guindaste movido a vapor, responsável entre 1885 e 1895 pela edificação do paredão portuário, foram então recolhidos num estaleiro. Oito anos depois, em outubro de 2020, tem início a sua reconstrução. Acompanhe o RENASCER DO TITAN através das fotos de Sérgio Jacques.

O INÍCIO DOS TRABALHOS DE RECONSTRUÇÃO

A primeira fase dos trabalhos, no estaleiro em Leixões onde foram recolhidos os destroços do histórico guindaste após o seu colapso em 2012, consistiu no desmonte do máximo possível dos componentes mecânicos originais. Tais intervenções foram realizadas manualmente ou – dada a sua elevada corrosão – recorrendo através de meios auxiliares ao seu recorte.

O RESGATE DAS CALDEIRAS

Desmontadas poucos dias antes do desastre que destruiu o titan em 2012, as antigas caldeiras que produziam a energia a vapor do guindaste, bem assim como a arruinada cobertura em madeira da “casa das máquinas”, foram então guardadas no estaleiro junto dos restantes destroços. De inestimável valor patrimonia,l as caldeiras foram as primeiras peças a ser resgatadas entre os destroços.

NUMERAÇÃO E ETIQUETAGEM DAS PEÇAS

Na fase inicial da intervenção as diversas peças recolhidas foram numeradas, etiquetadas e devidamente identificados numa planta. Foram depois transportadas para a Unidade de Produção da Mecwide em Aborim (Barcelos) para limpeza e restauro. Nesta fase de trabalho as marcações iniciais a tinta foram substituídas por etiquetas metálicas. Nas imagens atente-se, também, no elevado grau de corrosão que afeta as peças recolhidas.

LIMPEZA DAS PEÇAS

Após o resgate de um conjunto significativo dos componentes mecânicos originais do titan, estes foram transportados de Leixões para a Unidade de Produção da Mecwide em Aborim (Barcelos) para aí se proceder à sua limpeza e consolidação. A remoção da corrosão à superfície foi, numa percentagem significativa, executada manualmente.

ELABORAÇÃO DO PROJETO

Paralelamente aos trabalhos de resgate, limpeza e restauro das componentes originais do titan, a equipa de projetistas e engenheiros da Mecwide foi avançando com a elaboração do projeto que teve em conta as peças reabilitadas. Esta fase foi também acompanhada de perto por uma equipa de engenheiros da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo.