Os Leixões

Em 1884, depois de séculos de sonhos e de utopias, e de décadas de projetos, tinha início a construção do maior porto artificial do país – a maior obra de engenharia realizada em Portugal no século XIX. O projeto, de autoria de Nogueira Soares, foi o corolário de muitos outros estudos e planos (como podemos observar nesta gravura). Mas todos eles tinham um denominador comum: aproveitar os grandes rochedos existentes ao largo da foz do rio Leça – os “leixões” – para alicerçar parte da estrutura portuária. Havia um projeto, havia vontade política, havia meios financeiros. Mas como erguer do fundo do mar e sobre os rochedos os imensos paredões? A resposta foi titânica!